História de Barra Mansa

Barra Mansa teve o território desbravado em fins do século XVIII, formando-se o núcleo original às margens dos caminhos das tropas que demandavam o interior do país. O povoado passou a atuar como base de abastecimento dos fluxos migratórios desencadeados pela mineração.

Graças à excelente posição geográfica, o local foi perdendo o caráter de ponto de pousada e passou a expandir as funções comerciais. A conseqüente atração de colonos para suas terras, no início do século XIX, fez com que o café despontasse como principal produto.

Em 1832, o governo decretou a criação do município, com desmembramento de terras de Resende. Em 1857, a vila de Barra Mansa foi elevada à categoria de cidade. A exaustão dos solos mais férteis e a liberação do braço escravo provocaram o declínio da cafeicultura e o êxodo rural. A cultura do café cedeu lugar à pecuária de corte extensiva, evoluindo posteriormente para a produção leiteira.

No final da década de 30, teve início o desenvolvimento industrial do município, com a implantação de setores ligados às indústrias alimentares. O grande marco da expansão industrial no Brasil, deflagrada no pós-guerra, foi representado pela instalação, na década de 40, da primeira usina da CSN, em Volta Redonda, na época ainda distrito de Barra Mansa. A indústria metalúrgica e mecânica se estabeleceu na década de 50.

A cidade foi formada na margem direita do Rio Paraíba do Sul e cresceu longitudinalmente ao longo do mesmo. Na década de 40, surgiram soluções verticais e os bairros residenciais alastraram-se e ocuparam vales próximos e áreas distantes.

Barra Mansa e Volta Redonda, juntas, exercem influência direta sobre grande parte da Região do Médio Paraíba, bem como sobre a porção meridional do Centro-Sul fluminense. Devem tal condição ao fato de abrigarem conurbação, representada pelas duas sedes. O crescimento está relacionado à implantação da CSN, que desempenhou papel multiplicador na atividade industrial da região, com conseqüente aumento de serviços.

De acordo com o estudo do Índice de Qualidade dos Municípios, desenvolvido pelo CIDE, Barra Mansa é um dos centros regionais dinâmicos que, juntamente com Resende, Petrópolis, Volta Redonda, Macaé, Cabo Frio e Teresópolis, forma um grupo com forte presença em porções específicas do território fluminense

Aspectos Geográficos

O município de Barra Mansa fica localizado às margens do Rio Paraíba do Sul, na região fluminense do Médio Vale do Paraíba, entre as Serras do Mar e da Mantiqueira. Os municípios limítrofes são ao Norte, Valença e Quatis; ao Sul; Rio Claro, Piraí e Bananal (SP); ao Leste, Volta Redonda, Barra do Piraí e Piraí; e a Oeste, Resende, Quatis e Porto Real.

 Segundo estatísticas do Censo 2000 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a população estimada é de 172 mil habitantes, para uma área total de 547,55 km2.

A cidade dispõe de uma significativa bacia hidrográfica e é servida pelo mais importante tronco ferroviário do país (MRS Logística e Ferrovia Centro Atlântica). Além disso, conta com excelente sistema rodoviário, que faz a ligação com as principais capitais e cidades da Região Sudeste. A Rodovia Presidente Dutra é o eixo central.

Localização

O município de Barra Mansa está localizado no Sudeste do Brasil, no Sul fluminense do Estado do Rio de Janeiro. É caracterizada como a sexta Região de Governo do Médio Paraíba, entre as Serras do Mar e a da Mantiqueira. Fica há 110 km do Rio de Janeiro (RJ), 300 km de São Paulo (SP), 460 km de Belo Horizonte (MG), 650 km de Vitória (ES), 85 km do porto de Angra dos Reis (RJ) e 90 km do porto de Sepetiba, no município de Itaguaí (RJ).

Limites

Norte: Valença e Quatis
Sul: Rio Claro, Piraí , Bananal (SP)
Leste: Volta Redonda, Barra do Piraí e Piraí
Oeste: Resende, Quatis e Porto Real

Distritos, Área e Coordenadas

O município ocupa uma área de 548,9 km², correspondentes a 8,8% da área da Região do Médio Paraíba. Está dividido em 5 distritos: Barra Mansa (sede), Floriano (2.º), Rialto (3.º), Nossa Senhora do Amparo (4.º) e Antônio Rocha (5.º). Dentro de seus limites, cruzam três grandes rios: Paraíba do Sul, Barra Mansa (que deu origem ao nome do município) e o Bananal, sendo os dois últimos afluentes do primeiro.

Suas coordenadas geográficas são: 22°32’25,19”S e 44°10’35,33”O, referentes ao prédio da Prefeitura. Está situada numa altitude de 381 metros e seu ponto culminante encontra-se a 1.305m na Serra do Rio Bonito (contrafortes da Serra da Mantiqueira), no Distrito de Nossa Senhora do Amparo.

Clima

O clima é mesotérmico, com verões quentes e chuvosos e inverno seco. A umidade relativa do ar é de 77% e a temperatura média mínima anual é de 16°C e a média é de 28°C. O período de chuvas está entre os meses de novembro e março, com pluviosidade de 1.380 mm/ano.

Hidrografia

A estrutura hidrográfica do município é marcada pela presença do Rio Paraíba do Sul, drenando vasta região por meio de uma grande quantidade de rios e córregos espalhados por toda a superfície. Pela margem direita, os principais afluentes são: Rio Bananal, Rio Barra Mansa, Rio Bocaina, Ribeirão Brandão e o córrego Cotiara; pela margem esquerda: Rio Turvo e os córregos Ano Bom e Água Comprida.

1 2
 
 
Notícias
Interativo
Agenda
Galeria de Fotos
Galeria de Videos
Cadastre-se
Links Úteis
Fale Conosco
 
Rua Carneiro de Mendonça, 29 A - Centro - Valença/RJ - Tel: 24 2453-4418
Desenvolvido por