História de Volta Redonda

No ano de 1727, a fazenda Santa Cruz foi delimitada pelos jesuítas, o que possibilitou a colonização do médio Vale do Paraíba. No ano posterior, uma estrada ligando Rio de Janeiro e São Paulo foi aberta. Porém as terras de Volta Redonda só foram permanentemente descobertas em 1744 por forasteiros que tinha como intuito caçar, procurar pedras preciosas e ouro.

A movimentação da região deve-se à imigração de colonos, fato este, oriundo da decadência da produção de Ouro em Minas Gerais.

A construção da ponte ligando as duas margens do Paraíba iniciou-se em 1862, condição que culminou na construção da estação ferroviária de Volta Redonda, em 1864.

A história de Volta Redonda acha-se vinculada à de Barra Mansa, município do qual era sede distrital desde 1890. Barra Mansa teve o território desbravado em fins do século XVIII, formando-se o núcleo original às margens dos caminhos das tropas que demandavam o interior do país, passando o povoado a atuar como base de abastecimento dos fluxos migratórios desencadeados pela mineração.

Graças à excelente posição geográfica, o local foi perdendo o caráter de ponto de pousada e passou a expandir as funções comerciais.

A conseqüente atração de colonos para suas terras, no início do século XIX, fez com que o café despontasse como principal produto.

Em 1832, o governo decretou a criação do município, com desmembramento de terras de Resende. Em 1857, a vila de Barra Mansa foi elevada à categoria de cidade.

A exaustão dos solos mais férteis e a liberação do braço escravo provocaram o declínio da cafeicultura e o êxodo rural, tendo a cultura do café cedido lugar à pecuária de corte extensiva, evoluindo posteriormente para a produção leiteira.
No final da década de 30, teve início o desenvolvimento industrial do município, com a implantação de setores ligados às indústrias alimentares. O grande marco da expansão industrial no Brasil, deflagrada no pós-guerra, foi representado pela instalação na década de 40 da primeira usina da Companhia Siderúrgica Nacional, em Volta Redonda, na época ainda distrito de Barra Mansa.

O município de Volta Redonda foi criado em 1954, e seu núcleo urbano desenvolveu-se a partir da conjugação do plano de implantação da usina e da cidade industrial à margem direita do Rio Paraíba do Sul, de áreas planas, com o núcleo primitivo do antigo distrito de Barra Mansa, denominado Niterói, à margem esquerda do rio. A primeira corresponde a áreas planejadas, com aproveitamento das regiões planas para ocupações mais densas e para serviços e das colinas para bairros mais esparsos, com jardins e arborização. Já a segunda, hoje predominante, cresceu espontaneamente, nem sempre em condições favoráveis, pois a topografia irregular contribuiu para ocupação desordenada.

Volta Redonda é um município brasileiro situado na microrregião do Vale do Paraíba dentro da mesorregião Sul Fluminense, no estado do Rio de Janeiro. Também é conhecida como a "Cidade do Aço".

Localiza-se a 22º31'23" de latitude sul e 44º06'15" de longitude oeste, a uma altitude de 390 metros. É cortada pelo Rio Paraíba do Sul, que corre de Oeste para Leste, sendo a principal fonte de abastecimento do município e também responsável pelo seu nome, devido a um acidente geográfico no seu curso.

Seu santo padroeiro é Santo Antônio e seu lema em latim é "Flumen Fulmini Flexit", ou seja, "o rio ante o raio dobrou-se".

Em Volta Redonda, situa-se a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), maior siderúrgica da América Latina. Atualmente, sua economia, apesar de ainda estar ancorada na indústria, é bastante diversificada, voltada em grande parte para as áreas de prestação de serviços e comércio.

A cidade é limitada pelos municípios de Barra Mansa (Norte, Noroeste, Oeste e Sudoeste), Barra do Piraí (Nordeste), Pinheiral e Piraí (Sudeste e Leste), e Rio Claro (Sul), encontrando-se a 130 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro.
Ocupa uma área de 182,317 km², sendo 54 km² na região urbana e 128 km² na zona rural. A população estimada em 2008 foi de 259.811 habitantes[1], o que a torna a maior cidade da região Sul Fluminense e a terceira maior do interior do estado.

Isso é reforçado, ainda, devido a população de diversas localidades de cidades vizinhas utilizar os serviços, comércio e aparelhos públicos e privados de Volta Redonda, já que ficam no seu entorno e muitas vezes estão mais próximas dos centros comerciais desse município e são mais variados que o de suas próprias cidades. Dessa forma, a população flutuante da cidade, diariamente, é de aproximadamente 310.000 habitantes.

Juntamente com os municípios de Barra Mansa e de Pinheiral, constitui uma aglomeração que ultrapassa os 450.000 habitantes, conforme as estimativas do IBGE para 2007, sendo, no estado, a maior mancha urbana fora da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Centro econômico do Sul Fluminense, Volta Redonda está numa área estratégica, próxima a importantes cidades-pólo regionais de outros estados, como Juiz de Fora (190 quilômetros) e São José dos Campos (220 quilômetros).

 
 
Notícias
Interativo
Agenda
Galeria de Fotos
Galeria de Videos
Cadastre-se
Links Úteis
Fale Conosco
 
Rua Carneiro de Mendonça, 29 A - Centro - Valença/RJ - Tel: 24 2453-4418
Desenvolvido por